Anunciado fim do decreto de Calamidade Pública e concurso da Saúde

O Governo do Tocantins anunciou nesta segunda-feira, 30, durante reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, que revogará o decreto de Calamidade Pública no Estado em razão da pandemia da covid-19. Após mais de dois anos de atuação, o Comitê também será dissolvido com o fim do estado de calamidade pública.

“Parabenizo muito a equipe pela dedicação e trabalho. Nós vimos que a única forma de controlar essa doença é a vacinação e vamos continuar as campanhas nos municípios. Precisamos reforçar a vacinação para aumentar ainda mais o percentual de imunizados no Estado. Hoje temos o controle da doença, então não há necessidade do Decreto de Estado de Calamidade Pública. Os trabalhos do Comitê foram finalizados de forma positiva”, afirmou o governador Wanderlei Barbosa.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, o balanço apresentado pelo Comitê apresenta estabilidade e controle da covid-19 no Estado, sem alta nos números de óbitos por conta da doença, mesmo com o aumento de casos suspeitos registrados nas últimas semanas.

De acordo com o secretário de Saúde do Tocantins, Afonso Piva, o trabalho de combate e tratamento da covid-19 na saúde pública continuará. “Avançamos muito no enfrentamento à covid-19. A doença vai continuar sendo tratada como um problema que precisa de cuidados. Terá sua atenção. Mas em relação à forma de tratamento, estamos bem mais preparados”, afirmou.

Melhorias na Saúde

A Gestão Estadual destacou o reforço e atenção na estruturação da saúde, com a ampliação de leitos, a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), contratação de corpo profissional hospitalar, compra de vacinas e divulgação da campanha de vacinação em todos os municípios do Estado.

Ainda durante a reunião, o Governo do Tocantins instituiu a comissão responsável pela análise de viabilidade do concurso público de provas e títulos para o provimento dos Cargos, Carreiras e Remuneração do Quadro da Saúde.

O secretário Afonso Piva reforçou que a análise vai ser realizada com celeridade, para que se tenha um panorama das necessidades de profissionais na área da saúde. “A comissão é um trabalho conjunto entre a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Administração. O mais rápido possível vamos fazer o processo de seleção. Vamos trabalhar na possibilidade de fazer um processo geral ou um processo para profissionais específicos”, pontuou.

Comitê Estadual

Participaram da reunião com o governador Wanderlei Barbosa, secretários de Governo e todos os membros que compõe o Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, composto por representantes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Tocantins, Polícia Militar do Estado do Tocantins, Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Estado, Defensoria Pública do Estado do Tocantins, Ministério Público Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Infraero.

1 comentário
  1. […] O decreto do governador Wanderlei Barbosa vem depois de decisão do Comitê de Crise para a Prevenç…. A normativa ressalta que segue sendo facultado o uso de máscara de proteção facial em ambientes abertos e fechados, públicos e privados, sendo mantida a obrigatoriedade de sua utilização em unidades de saúde e nos meios de transporte públicos de passageiros. […]

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Quer acompanhar
todas as notícias
em primeira mão?

Entre em um de nossos
grupos de WhatsApp