Mais um criminoso suspeito de ataque em Confresa é morto em confronto com forças de segurança

[ad_1]

Mais um criminoso, do bando responsável pelo ataque em Confresa, morreu em confronto com policiais na noite desta quarta-feira (10.05). A ação ocorreu na área rural do município de Pium (TO), entre integrantes do grupo criminoso e policiais do Batalhão de Operações Especiais de Mato Grosso.

Com o bandido, os policiais apreenderam um fuzil. O homem foi baleado, chegou a ser socorrido e levado ao hospital de Marianópolis (TO), mas não resistiu aos ferimentos.

Após mais esse confronto com as forças de segurança, são 17 os bandidos mortos desde o início da Operação Canguçu, e cinco presos. Duas prisões ocorreram no Tocantins, no local da operação, duas em Redenção, no Pará, por apoio logístico ao crime, e a quinta, em Mato Grosso, por participação no planejamento da ação criminosa que aterrorizou Confresa.

Atualização

Também foram apreendidas 18 armas, dentre elas dois fuzis .50 e 11 AK-47, carregadores, milhares de munições, coletes balísticos, capacetes balísticos, materiais explosivos e detonadores, além de coturnos, luvas, joelheiras, cotoveleiras, balaclavas e mochilas.

Em Tocantins, para onde o bando fugiu, policiais de cinco estados (MT, GO, PA, MG e TO) compõem uma força-tarefa com quase 350 agentes, sendo 130 de Mato Grosso.

Após o ataque em Confresa, no dia 9 de abril, os criminosos fugiram para Tocantins pelos rios Araguaia e Javaés.



[ad_2]

FONTE

Comentários estão fechados.