Portal do Ministério Público do Estado do Tocantins


O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 19ª Promotoria de Justiça da Capital, oficiou a Secretaria de Saúde de Palmas nesta segunda-feira, 8, solicitando esclarecimentos e medidas a serem tomadas em relação à insuficiência de profissionais nas unidades de saúde devido a demissões ocorridas nos últimos dias.

O promotor Thiago Ribeiro Franco Vilela concedeu um prazo de 24 horas para que a Secretaria se pronuncie sobre essa questão. Apenas no Diário Oficial do Município do dia 5 de julho foram registradas mais de 250 exonerações de profissionais da área da Saúde.

Segundo o promotor de Justiça, a atuação foi motivada por denúncias recebidas acerca de deficiências na prestação de serviços de saúde e impactos negativos no atendimento aos usuários devido à carência de profissionais qualificados.





FONTE

Comentários estão fechados.