Portal do Ministério Público do Estado do Tocantins

[ad_1]

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Gurupi acatou as teses do Ministério Público do Tocantins (MPTO) e condenou Sandro José Célio, de 38 anos, a 12 anos de prisão em regime fechado, por homicídio qualificado, praticado por motivo fútil. 

O réu esfaqueou  Iran Martins Lisboa, de 58 anos, após uma discussão relacionada ao valor da tarifa da água, de uma conta compartilhada entre os dois.

Sandro e Iran eram vizinhos. O crime ocorreu em agosto de 2022, no Setor Sol Nascente, em Gurupi.

O MPTO foi representado no Tribunal do Júri pelo promotor de Justiça Rafael Pinto Alamy, titular da 4ª Promotoria de Justiça de Gurupi.

(Texto: Daianne Fernandes – Ascom MPTO)



[ad_2]

FONTE

Comentários estão fechados.