Portal do Ministério Público do Estado do Tocantins

[ad_1]

Durante vistoria do Ministério Público do Estado do Tocantins (MPTO) em Unidades Básicas de Saúde da Capital, realizada na terça-feira, 05, notou-se presença de mato alto, além de garrafas pet e recipientes descartados irregularmente nos locais, ocasionando acúmulo de água, o que pode favorecer a proliferação da dengue.

Também foi identificada a falta de 61 medicamentos na farmácia da Unidade Básica de Saúde (UBS) da quadra 1.206 Sul, em Palmas.

Na inspeção, os servidores relataram que precisam levar notebooks de casa para trabalhar, por falta de computadores na UBS. Outro ponto citado pelos profissionais é a queda frequente no sinal de internet, o que tem prejudicado o andamento dos trabalhos.

Além disso, foi constatada deficiência da estrutura física da unidade, que precisa de reforma com urgência. Verificou-se ainda a necessidade de instalação de novos aparelhos condicionadores de ar, visto que um consultório médico estava fechado devido à falta do equipamento de climatização.

Além da unidade da 1.206 Sul, o Promotor de Justiça Thiago Ribeiro Franco Vilela, titular da 19ª Promotoria de Justiça da Capital, também realizou vistoria na UBS do setor Morada no Sol, onde identificou a falta de medicamentos como dipirona e outros.

Após a realização da vistoria, a 19ª Promotoria de Justiça da Capital tomará as medidas administrativas e judiciais necessárias para sanar as demandas.



[ad_2]

FONTE

Comentários estão fechados.