» TCE/TO realiza auditoria de regularidade em obra rodoviária na TO-050 entre Palmas e Silvanópolis


TCE/TO realiza auditoria de regularidade em obra rodoviária na TO-050 entre Palmas e Silvanópolis

7 Visualizações

Publicado: 18 de março de 2024 – Última Alteração: 18 de março de 2024

Engenheiros da Caeng vistoriaram a qualidade do trabalho executado no local 

Engenheiros do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) realizam uma Auditoria de Regularidade em Obras Públicas na rodovia T0-050 entre Palmas e Silvanópolis. O trabalho é para fiscalizar a reconstrução da malha asfáltica, aferindo a qualidade do material usado e se a execução está de acordo com o projeto apresentado pelo consórcio responsável pela obra.

A auditoria é feita pela Coordenadoria de Análise de Atos, Contratos e Fiscalização de Obras e Serviços de Engenharia (CAENG). Segundo o auditor de Controle Externo Robson Peixoto, neste momento o trabalho é para coleta de corpos de prova (CP) que serão analisados em laboratório e posteriormente comparados com o serviço contratado, para saber se foi executado da maneira correta. “Retiramos vários pontos onde foram aplicados o Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) para fazer essa avaliação”.

As amostras denominadas de corpos de prova têm um formato de cilindro com cerca de 10 cm de diâmetro. O material é obtido por meio da sonda rotativa, equipamento do Tribunal. A espessura da camada asfáltica é medida na hora que a amostra é retirada, já os outros componentes serão analisados no laboratório de pavimentação do Instituto Federal de Educação do Tocantins (IFTO), com quem o TCE tem parceria, e é coordenado pelo auditor de Controle Externo, Tiago Dias de Araújo e Silva. Ele explicou que depois da medição da espessura, os outros itens serão analisados detalhadamente, como a resistência e teor de ligante.

Transparência

Para dar mais transparência aos trabalhos, logo após a medição, os corpos de prova são embalados e lacrados para serem encaminhados ao laboratório. A auditoria está sendo acompanhada por um engenheiro da Agência Estadual de Transportes e Obras (Ageto) e por um representante do consórcio que executou a obra. Caso seja confirmada alguma irregularidade, o consórcio e a Ageto serão notificados para apresentarem a defesa.

Essa é mais uma fiscalização concomitante do TCE/TO, ou seja, em tempo real, e que tem dado bons resultados, evitando o desperdício do dinheiro público. A TO-050 é uma das mais movimentadas rodovias do Estado, sendo um dos principais acessos a Palmas com trânsito intenso, inclusive de carretas escoando a produção de grãos. “Vale ressaltar que os locais de onde retiramos os corpos de prova são refeitos pela própria Ageto ou pela concessionária responsável pela obra”, explicou Thiago Dias.

Durante a execução dos trabalhos os engenheiros e técnicos da Corte contaram com o apoio da Ageto e do Batalhão Rodoviário da Polícia Militar controlando o trânsito e a segurança no local.



FONTE

Comentários estão fechados.

Quer acompanhar
todas as notícias
em primeira mão?

Entre em um de nossos
grupos de WhatsApp