“Agora posso descansar”, diz Seu Gerulino (64 anos), um dos beneficiados no Mutirão Previdenciário da Comarca de Peixe

[ad_1]

20 de outubro de 2023 vai ficar na memória do seu Gerulino da Silva Rocha, pois foi o dia em que ele finalmente ganhou, aos 64 anos, o benefício da aposentadoria rural no município de Peixe, visto que já não pode mais trabalhar em razão de uma trombose na perna. Sob o comando da juíza Ana Paula Toríbio, titular da comarca, o mutirão realizou 12 audiências e sentenciou outras 11, uma delas garantindo a aposentadoria dele. “Agradeço muito pela audiência realizada, pois foi graças a ela que tive meu benefício concedido”. 

Prioridade de comarca

“A realização de mutirões envolvendo matéria previdenciária é uma das prioridades da comarca, haja vista que se trata de matéria afeta ao princípio da dignidade da pessoa humana”, reforçou a juíza Ana Paula Toríbio. “Os mutirões asseguram a celeridade e garantem a aplicação do princípio constitucional da duração razoável do processos, entregando àqueles que mais precisam, quando preenchidos os requisitos legais, o bem da vida buscado junto ao Poder Judiciário”, ressaltou a magistrada.

“O mutirão previdenciário é de grande importância para a resolução das demandas desta natureza, tornando a Justiça mais acessível, célere e satisfatória”, frisou Watison Santana Barros, advogado de seu Gerulino.

[ad_2]

FONTE

Comentários estão fechados.