Comarca de Arraias realiza correição ordinária anual de 8 a 12 de janeiro


Seguindo o disposto no Provimento Nº 2/2023 – CGJUS/ASJCGJUS, que estabelece aos juízes corregedores permanentes do Tocantins prazo para realização da correição ordinária anual na comarca em que atuam, até o último dia do mês de março, a comarca de Arraias deu início, nesta segunda-feira (08/01), aos trabalhos correicionais de 2024 nas unidades judiciais, administrativas, serventias extrajudiciais e Cadeias Públicas de sua competência.

A abertura da correição foi realizada pelo juiz Márcio Ricardo Ferreira Machado. Na solenidade, o magistrado ressaltou a importância desse processo, afirmando que “a correição é um momento em que o Judiciário para e ouve a sociedade, permitindo que ela compartilhe suas percepções não apenas sobre a prestação jurisdicional direta, mas também sobre os serviços extrajudiciais e todas as outras atividades desenvolvidas pelo judiciário local, contribuindo para a melhoria contínua do sistema judicial”. O juiz também destacou que a correição é a oportunidade de prestar contas de todas as ações realizadas, incluindo as metas alcançadas e os trabalhos realizados pela comarca ao longo do ano.

A comarca de Arraias é composta por quatro distritos, englobando a cidade sede e os municípios de Combinado, Conceição do Tocantins e Novo Alegre. Até a próxima sexta-feira (12/01), todas as unidades e serventias destas localidades serão correicionadas. 

Entenda

Anualmente a Corregedoria-Geral da Justiça (CGJUS) realiza a correição-geral ordinária em determinadas comarcas do estado. Quem não recebe a visita do órgão correicional deve, até o último dia do mês de março do ano em questão, realizar a própria correição ordinária para avaliar os processos e condutas. 

Neste ano, serão correicionadas pela CGJUS 10 comarcas (Araguaína, Araguatins, Augustinópolis, Dianópolis, Itacajá, Miracema do Tocantins, Miranorte, Pedro Afonso, Taguatinga e Tocantinópolis). Nas demais 26 comarcas do estado, está a cargo dos (as) juízes (as) corregedores(as) permanentes a realização da correição ordinária anual.



FONTE

Comentários estão fechados.

Quer acompanhar
todas as notícias
em primeira mão?

Entre em um de nossos
grupos de WhatsApp