Coordenação da Infância e Juventude mobiliza magistrados e instituições para mutirões de audiências; primeira ação acontece de 22 a 26 de maio

[ad_1]

 

Buscando um esforço concentrado para agilizar a tramitação dos processos relacionados à área da infância de juventude, o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), por meio da Coordenação da Infância e Juventude, iniciou o projeto “Proteger – Justiça em defesa da infância e juventude”, que prevê a realização de mutirões de audiências com o objetivo de priorizar o julgamento de processos relativos ao tema.

O primeiro mutirão está previsto para acontecer de 22 a 26 de maio, em alusão ao Dia Nacional da Adoção (25/5); e o segundo, no período de 9 a 13 de outubro, com enfoque para a Semana da Criança.

Segundo o coordenador da Infância e Juventude, juiz Adriano Gomes de Melo, magistrados com competência pertinente ao projeto foram oficiados para adotar as medidas necessárias e a concretização da ação nas suas respectivas comarcas e varas.

O Ministério Público do Tocantins e a Defensoria Pública também foram comunicados, a fim de aderirem à programação e orientarem seus integrantes a participarem desse esforço concentrado.

[ad_2]

FONTE

Comentários estão fechados.