Portal do Ministério Público do Estado do Tocantins

[ad_1]

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) obteve, no dia 25 de março, a condenação dos réus Lucas Pereira Santos e Vinícius de Oliveira Santos a penas de 24 anos, dois meses e 29 dias de prisão, em regime fechado, por crime de latrocínio que teve como vítima o mototaxista Roniel dos Santos Bezerra.


Conforme a denúncia do MPTO, na tarde de 30 de março de 2023, no Setor Araguaína Sul 2, na cidade de Araguaína, os acusados, acompanhados de André Luís Pereira Silva, que está foragido, assassinaram Roniel dos Santos Bezerra e ainda roubaram a moto, o celular e a carteira da vítima.


Conforme apurado, o acusado André Luís, conhecido da vítima, teria ouvido dele que possuía em sua conta bancária R$ 70 mil, e por essa razão, teria planejado sequestrá-lo para subtrair a quantia. Os outros denunciados receberiam parte do dinheiro obtido com a ação criminosa.


O caso ganhou bastante repercussão devido ao fato de um dos assassinos, André Luís, ter se passado por passageiro para atrair a vítima até o local do crime. Roniel estava em um estabelecimento fazendo um lanche, quando recebeu uma ligação em que era solicitada uma corrida, e seguiu para o local indicado, onde foi rendido e morto.


Os réus não poderão recorrer em liberdade e o Ministério Público recorrerá da sentença para buscar o aumento da pena.


O MPTO atuou no processo representado pelo promotor de Justiça Gustavo Schult Junior.



[ad_2]

FONTE

Comentários estão fechados.